Como fazer solos irados na guitarra?

Desde pequeno eu tinha o sonho de tocar guitarra. Meu pai era a minha inspiração.

solo-de-guitarra

Não que ele tocasse muito ate porque começou tarde e não tinha muito tempo para se dedicar.

Mas uma coisa eu aprendi com ele. Cada música que ele aprendia, ele repetia ate o som ficar límpinho. Ele era tarado por aquilo.

Não importava muito quantas músicas ele sabia tocar. O importante para ele era que cada música fosse tocada o mais parecido possivel com um guitarrista profissional.

Ele não era um cara orgulhoso nem vaidoso. Nao tocava em bastes, nao fazia apresentações públicas de qualquer tipo e o seu único palco era o terraço la de casa.

O som que ele tirava do instrumento era como se fosse uma terapia para ele. Quanto mais treino e mais repetição, mais perfeito ficaria. E ele gostava de sentir a perfeição, mesmo vindo de um repertório curto e simples.

Você deve estar pensando no que essa minha história pessoal tem a ver como fazer solos irados.

Então, foi com essa base familiar e musical que eu comecei a dedilhar meus primeiros acordes no violão e depois minhas paletas mais agitadas na guitarra.

Antes que vc pense que eu tenho algum dom para a música ou para a guitarra, deixe-me dizer uma coisa com todas as letras.

Se tem algo que eu não sou bom é com instrumentos de corda. A velocidade do meu pensamento não eh compatível com a velocidade da minha mão.

Eu toco de curioso, teimoso e por gostar da sensação que sinto quando toco.

Não me considero apto a tocar profissionalmente mas, incrivelmente, faço solos como poucos profissionais.

Eu uso a guitarra, da mesma forma que meu pai usava a dele, apesar dele possuir um talento muito maior do que o meu, para me acalmar da correria da vida e para me lembrar dele. Do quanto ele significou para mim e por tudo que ele me ensinou.

Deixando a parte pessoal um pouco de lado, já que ela ocupou praticamente o post inteiro, vamos as principais dicas de como aprender e fazer solos irados na guitarra.

como-aprender-a-tocar-guitarra

1. Você precisa se espelhar em alguém. Escolha um guitarrista que você adora o estilo e a qualidade musical.
2. Depois de fazer a sua escolha, assista, se possivel, todos os dias algum video dele tocando e imagine-se fazendo o mesmo.
3. Procura no golfe por exercícios educativos para solos de guitarra. Em um primeiro momento você vai achar chato fazer esses exercícios mas depois você vai me agradecer por te-los sugerido.
4. Faça os exercícios do tópico acima por, pelo menos, 20 minutos por dia. Se você não puder fazer mais, fique tranquilo que esse tempo e mais do que suficiente. Lembre-se sempre de uma coisa: seja consistente.
5. Depois que você sentir que está dominando os exercícios, e esse tempo pode varia muito de pessoa para pessoa, escolha um solo relativamente fácil e se arrisque a tocar mesmo se não se achar totalmente preparado.
6. O que determina se você vai conseguir fazer solos na guitarra como um profissional,   é a progressão que você imprime durante o aprendizado. Mas o que isso quer dizer? Mais vale você começar com solos mais fáceis e conforme for evoluindo você encia um sinal bem forte para o seu cérebro. Você está mostrando pra ele que você é capaz. Que você está em evolução. É isso que separa um amador de um profissional.
7. Agora que você já está conseguindo tocar alguns solos, você precisa, se topar o desafio, marcar uma apresentação na família. Por mais idiota que isso pareça, conversando com alguns guitarristas mais TOPs do mercado, eles me disseram que sempre faziam apresentações para amigos e familiares conforme eles iam evoluindo.

8. Se você conseguiu se apresentar, ganhou a confiança necessária e o apoio merecido para seguir em frente. Agora a ideia eh você escolher aquele solo dos teus sonhos. Aquele que você considera praticamente impossível de tocar. Aquele que quando você vê o guitarrista tocando, você pensa: “Meu Deus! Como esse cara consegue chegar nesse nível! Que velocidade animal  nas maos!”

9. Agora que você esdolheu. Precisa praticar como se esse fosse o único solo que você sabe tocar. Todo o resto serviu de base para esse momento mas é ele que vai te fazer subir consideravelmente de nível. Treine como um profissional que você será um profissional. Para que você não perca o ritmo, intercale os treinos com os educativos. Não faça outros solos para não confundir seu cérebro mas os educativos servem de pausa estratégica quando você já cansou o seu cérebro com os mesmo movimentos e com o mesmo sim. Resumindo: descanse tocando.

10. Agora que você já é quase um solista profissional, tente fechar seus olhos e lembrar de tudo que coce fez para chegar onde esta. Os treinos, a dor nas mãos, a dor nas costas, o medo de nao conseguir, a falta de tempo, etc. Mas não lembre só das coisas ruins não. Faça questão de puxar da sua memória as coisas boas que lê aconteceram nessa jornada. O rosto de surpresa das pessoas quando te viram tocar pela primeira vez, aquele solo que você aprendeu tão rapido que nem acreditou, os treinos educativos e repetitivos que tanto lhe ajudaram a chegar onde está, os novos amigos que fez durante essa jornada, etc.

Agora que você compreendeu como você pode fazer solos irados, gostaria de sugerir um curso online de guitarra para todos aqueles que desejam aprender mais, novas técnicas, em video aulas e com a didática de um professor de guitarra experiente.

curso-de-guitarra

O curso é bem acessível, pode ser parcelado em ate 12x no cartão e ainda fornece uma garantia de 30 dias a partir da compra.

Se você não ficar satisfeito por qualquer motivo, eles devolvem 100% do que foi pago. Com essa garantia não tem risco. Vale a pena conhecer o trabalho do Leandro.

Se você se interessou, clique no link do curso de guitarra.

É isso pessoal. Espero que tenham gostado do post. Ate o próximo.

You may also like

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *